Pontos a reter para uma Vida Única.

Imagem

O título quiçá será pretensioso.  Não quer dizer que ao seguirmos estes pontos, que tudo vai ser lindo e feliz. Porque há coisas que nos são externas e não dependem exclusivamente de nós. Mas são linhas mestras para uma orientação positiva da vida. E é como tal que devem ser observadas. Uma coisa é certa, mesmo que não seja atingido um determinado objectivo total de felicidade, estes pontos sem dúvida que irão proporcionar, se forem seguidas, uma clara evolução pessoal e espiritual. Porque há factores que fazem a diferença. E nós podemos ser a diferença que queremos ser na nossa vida:

. Marque o dia no calendário. O dia em que decidiu que deve haver uma mudança. Não tem de ser o dia de hoje, Pode ser daqui a uma semana. Mas acima de tudo marque, mentalize-se de que a partir desse dia, tudo tem de mudar.

 

. Mentalize-se que nada é impossível. Ao eliminar esse pensamento negativo, por mais complicado que seja, irá sentir-se um pouco mais confiante . Tem mesmo de acreditar que é possível, que é capaz, que vai conseguir. Não há “tentativas”, é mesmo para concretizar.

 

. Força de vontade. Quebre uma eventual preguiça ou apatia. Porque as coisas boas para si, não lhe vão bater à porta. Senão faz por si mesmo, acredita, ninguém mais o fará.

 

. Hábitos. Há hábitos que tem de ser descontinuados ou alterados, caso não os faça. Higiene pessoal é importante. Reforça a auto-estima e transmite uma imagem positiva. Em tempo quente, sentir o sol, o ar do campo ou do mar, pois o sol dá energia, e o ar dá-nos outra força, e as paisagens, um reforço visual que transmite tranquilidade. Comer bem, mas não muito. Evitar todas aquelas coisas que nos fazem mal e que temos consciência. Abdicar de coisas como álcool, tabaco ou certos tipos de medicamentos é um passo custoso mas positivo.

 

. Descansar bem. Dormir como deve ser, respeitando uma rotina, que tem de ser cumprida, mesmo que tenha uma vida muito ocupada. Descansar revigora o corpo e a alma e prepara-nos para os desafios do dia seguinte.

 

. O nosso trabalho. A grande maioria não nem o trabalho de sonho, nem o salário merecido. Mas devemos levar o nosso trabalho com brio e um certo desportivismo. Evitar conflitos, batalhas vãs, manter um relacionamento saudável com chefias e colegas. E não levar os problemas do trabalho para casa. A nossa casa é um santuário, e os problemas que não se resolverão lá, devem permanecer no local de trabalho.

 

. Sermos nós próprios. Ao tentar ser algo que não somos, não ganhamos nada com isso pela positiva. Temos que ser aceites pelo que somos, pelo que temos. Quem gosta de verdade, irá sempre apreciar a pessoa que somos. Porque é a nossa verdadeira essência que atrai as pessoas que precisamos na nossa vida.

 

. Nunca, mas nunca esquecer as lições que a vida nos dá. Que fiquem gravadas na tábua rasa da alma. Para que não passemos pela mesma situação. Para que nunca, mas nunca mais se repita. Uma lição bem apreendida é menos um momento de infelicidade repetido no futuro.

 

. Não interessa o que os outros pensam. A vida é sua. Quem a vive é a sua pessoa e não os outros. Pondere bem sobre as suas opções. Se forem positivas, se sentir isso no seu coração, siga-as. Não interessa o que os outros possam pensar, imaginar ou dizer, pois nem sempre as pessoas desejam o nosso bem, directa ou indirectamente.

 

. Ter a mente aberta para as mudanças positivas que podem acontecer. Todos mudamos. Todos evoluímos. Mas mudança não significa abdicar da nossa essência individual. Significa melhorar certos aspectos que necessitam de outra visão ou maturidade.

 

. Viver o Presente. Não adianta sentir ansiedade pelo futuro, ou deixar que as sombras do passado influenciem. Se o passado são pesos que devemos libertar, o futuro depende do que fizermos no presente, logo é no presente que nos deveremos focar.

 

. Entregue-se as actividades de alegria. Aquilo que o faz feliz, aquele hobbie que o delicia ou encantam, um desporto que dê satisfação, deverá sempre manter na vida. Porque é sempre positivo possuirmos actividades que nos alegrem e que ajudem a libertar qualquer tipo de stress.

 

. Cultivar as virtudes positivas. Tudo o que for características positivas que melhorem a confiança e relação com o mundo à sua volta, deverão sem dúvida ser nutridas.  Porque não há recompensa maior do que receber aquelas pequenas coisas, como um sorriso ou um abraço, por termos praticado o bem. Não tem preço.

 

. Não abdique de fazer férias.  Não quer dizer que tenha de ser fora do país, ou umas férias de luxo. Não. Uma mudança de cenário é o que precisamos as vezes para estarmos mais soltos, livres e melhores com a nossa pessoa.

 

. Rir, sorrir e fazer Amigos. Saia de casa com um sorriso nos lábios, mesmo que não haja grandes motivos para tal. Os problemas não se irão resolver com uma cara carrancuda, logo encarar os problemas de sorriso aberto é mil vezes melhor. Ria Muito. Envolva-se e liberte-se para poder rir. Até pode rir de si mesmo, e isso não faz mal, pois sabermos rir da nossa pessoa é igualmente positivo. Rir é poderoso. É energético. E faça amigos. Magros, gordos, Loiros ou Ruivos, Católicos ou Budistas, Asiático ou de cor, não interessa o formato. Se for amigo de verdade, terá sempre valor, independentemente da sua origem ou vivência. Perca a timidez, abra o coração e deixe essas pessoas entrarem. Amizades são um forte completo da nossa vida social.

 

. Uma Vida correcta. Por mais que o apelo da carne, do que é casual, relembremos algo. Entregar só por entregar, é efémero e vazio. Polui a alma. Só uma verdadeira entrega de sentimento, de essência é que faz sentido na realização do nosso ser.

 

. Saber escolher. Sentir ser encontrado. Sentir a “tal” pessoa. Nem sempre acertamos. As vezes, para muitas pessoas é mesmo muito complicado. Mas nunca devemos desistir. Deixar de sentir.. Sabermos esperar pacientemente perante situações que nos parecem caóticas é importantíssimo. Socializarmos. Convivermos.  As vezes é nesse tipo de enquadramento que as coisas mais naturais surgem. E lembre-se, desespero não é solução.

 

. Relação para durar. Ter uma relação baseada em respeito, confiança, cumplicidade e dedicação. Não exigir o máximo para arrebentar a corda, mas não ficar pelo mínimo porque merecemos sempre acima disso, pois o equilíbrio tem de ser mantido. Saber estar na relação, saber ouvir o coração, e as vezes não perder a razão.

 

. Dar um pouco do que temos. Há que tenha mais sorte que os outros. Se todo o mundo soubesse partilhar, tudo seria melhor. Saber dar esse contributo, que nos dias de hoje pode ser feito das mais variadas formas, mais do que uma obrigação moral, é algo que tem mesmo de partir do nosso interior. Se o fizermos com espontaneidade, só revela o nosso lindo interior.

 

. Deixar o orgulho de parte. Ser orgulhoso ao ponto de causar problemas não é de bem. Temos de saber ter maturidade, honestidade e sinceridade e saber dar o braço a torcer quando necessário. Não deixar que pequenos desentendimentos se tornem em grandes complicações. Não é vergonha nenhuma reconhecer que se errou.

 

Este pequeno guia só terá valor para quem reconhecer o que está aqui escrito. Quem ler por ler, não irá seguir este trilho. Quem se rever e partilhar, saberá sem dúvida o que se pode ganhar. Não achem que é uma impossibilidade seguir este rumo. É exequível. Basta ter crença. Basta ter vontade. Porque quando há vontade de uma mudança verdadeira tudo se idealiza, tudo se concretiza. Basta acreditar porque desta forma a nossa vida irá mudar.

Fonte: Paulo César  @ http://www.PauloCesar.co

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s