A sua Mente é uma Ferramenta! – Louise Hay

Imagem

“Você é muito mais do que a sua mente. Pode pensar que ela é que está dirigindo o espectáculo, mas é só porque a treinou para pensar assim. Também pode destreinar e treinar de novo essa sua ferramenta.

A sua mente é uma ferramenta que pode usar da forma que quiser. O modo como a usa agora é só um hábito, e hábitos, quaisquer hábitos, podem ser modificados. Faça sua mente parar de tagarelar por um instante e pense bem neste conceito: A sua mente é uma ferramenta que pode usar da maneira que quiser.

Os pensamentos que “escolhe” pensar criam as experiências que tem. Se acredita que é difícil modificar um hábito ou pensamento, isso será verdade para si. Se escolher pensar: “Está a ser fácil eu fazer as modificações”, então será verdade para si.

Existe um incrível poder e inteligência no seu interior constantemente reagindo aos seus pensamentos e palavras. À medida que vai aprendendo a controlar sua mente através da escolha consciente de pensamentos, você se alia a esse poder e inteligência. Não pense que sua mente está no controle. Você é que controla sua mente. Você usa a sua mente. Você pode parar de pensar esses velhos pensamentos.

Quando seu velho pensamento tenta voltar e dizer: “É muito difícil mudar” assuma o controle de sua mente e diga: “Agora escolho acreditar que está se tornando mais fácil para eu fazer mudanças”. Pode ser que tenha de conversar assim com a sua mente várias vezes, até que ela reconheça que você está no controlo e que sua palavra é a que vale. A única coisa sobre a qual tem controlo é o seu pensamento actual. Seus velhos pensamentos não existem mais; não há nada que possa fazer sobre eles excepto viver as experiências que causaram. Os seus futuros pensamentos ainda não se formaram e você não sabe quais serão. No entanto, seu pensamento actual, o que está pensando agora, está totalmente sob o seu controlo.

Exemplo

Suponhamos que tem um filho que há muito tempo recebeu autorização de ficar acordado até tarde. Num belo dia, decide que agora quer que ele vá para a cama todas as noites às nove horas. Como acha que será a primeira noite? Claro, a criança ira revoltar-se contra essa nova regra e poderá berrar, chutar e inventar um monte de coisas para não ir se deitar.

Senão ficar firme na sua decisão, o seu filho ganhará a jogada e tentará controlá-lo para sempre. No entanto, se não abrir mão do que decidiu, mantendo-a calma e firme, e insistindo que essa é a nova hora de dormir, a revolta irá diminuindo. Em duas ou três noites, uma nova rotina estará estabelecida. O mesmo acontece com a sua mente. Claro que ela inicialmente se revoltar é pois não deseja ser treinada novamente. Porém, você está no controlo e se, se mantiver firme e concentrado, dentro de pouco tempo o novo modo de pensar ficará estabelecido e será extremamente gratificante tomar consciência de que não é uma vítima indefesa dos seus pensamentos, mas sim o chefe de sua mente.

Exercício: Deixando ir

Enquanto lê, tome uma respiração profunda e, à medida que for exalando, deixe toda a tensão sair de seu corpo. Deixe o seu couro cabeludo, a sua testa e o seu rosto relaxarem. A cabeça não precisa estar tensa para ler. Deixe a língua, a garganta e os ombros relaxarem. Pode segurar o livro com braços e mãos relaxados. Faça isso agora – deixe as costas, o abdómen e a pélvis relaxarem. Deixe a sua respiração se tranquilizar enquanto vai relaxando as pernas e os pés.

Sentiu uma grande mudança no seu corpo desde que começou o Parágrafo anterior? Note o quanto se prende. Se está fazendo isso com o seu corpo, está fazendo com a sua mente. 

Nessa posição relaxada, confortável, diga a si mesmo: “Estou disposto a deixar ir. Eu solto. Eu deixo ir. Solto toda a tensão. Solto todo o medo. Solto toda a raiva. Solto toda a culpa. Solto toda a tristeza. Deixo ir todas as minhas velhas limitações. Deixo ir e estou em paz. Estou em paz comigo mesmo com o processo da vida. Estou em segurança”. Estou em paz. 

Repita esse exercício duas ou três vezes. Sinta como é fácil deixar ir. Faça-o de novo sempre que sentir pensamentos de dificuldade aparecendo. É preciso um pouco de treino para a rotina tornar-se uma parte integrante de sua vida. Quando primeiro se põe nesse estado de paz, fica fácil para as afirmações se assentarem. Torna-se aberto e receptivo a elas e não há mais necessidade de luta, tensão ou esforço. Apenas relaxe e se entregue aos pensamentos apropriados.

Sim, é mesmo fácil.”

 
Texto extraído do livro: “Pode curar a sua Vida” – Louise L. Hay


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s