Vazio – Dilgo Khyentse Rinpoche

Dilgo-Khyentse-Rinpoche-by-Matthieu-Ricard

Dilgo Khyentse Rinpoche, um dos grandes mestres tibetanos do século XX, fala sobre o conceito budista de vacuidade:

Quando um arco-íris aparece nitidamente no céu, pode ver suas belas cores, mas não pode usá-lo como a roupa, ou colocá-lo como um ornamento. Ela surge através da conjunção de vários factores, mas não há nada sobre ele que pode ser apreendido. Da mesma forma, os pensamentos que surgem na mente não têm existência tangível ou solidez intrínseca. Não há nenhuma razão lógica para que os pensamentos, que não têm substância, deve ter tanto poder sobre si, nem há qualquer razão por que se torne seu escravo.

A sucessão interminável de passado, presente e pensamentos futuros nos leva a crer que há algo inerente e presente de forma consistente, e nós chamamos de “mente”. Mas, na verdade … pensamentos passados são tão mortos como um cadáver. Pensamentos futuros ainda não surgiram. Então, como poderia estes dois, que não existem, fazer parte de uma entidade que inerentemente existe?

No entanto, que a natureza vazia da mente não é apenas um vazio em branco como o espaço vazio. Há uma consciência presente no imediato. Esta clareza da mente é como o sol, iluminando a paisagem e permitindo que veja montanha, caminho e precipício – para onde ir, e onde não ir.

Embora a mente tem essa consciência inerente, para dizer que há “uma mente” é dar um rótulo para algo que não existe para assumir a existência de algo que não é mais que um nome dado a uma sucessão de eventos. Cento e oito pérolas amarradas juntas, por exemplo, pode ser chamado de rosário, mas ‘rosário’ não é uma coisa que existe inerentemente por conta própria. Se o fio quebrar, onde vai o rosário ?

Dilgo Khyentse Rinpoche, The Heart of Compassion

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s