Conto Budista: “Som do Silêncio”

transferir

Certa vez, um budista foi às montanhas procurar um grande mestre, que segundo diziam e acreditavam, poderia dizer-lhe a palavra definitiva sobre o sentido da Sabedoria. Após muitos dias de dura caminhada, encontrou-o num belo templo à beira de um lindo vale. E diz: “Mestre, vim até aqui para lhe pedir uma palavra sobre o sentido do Dharma. Por favor, faça-me atravessar os Portões da Sabedoria.” “Diga-me,” respondeu o sábio, “vindo para cá vós passastes pelo vale?”
“Sim.”
“Por acaso ouvistes o seu som?”
Um tanto incerto, o homem disse:
“Bem, ouvi o som do vento como um suave canto penetrando todo o vale.”
O sábio respondeu:
“O local onde vós ouvistes o som do vale é onde começa o caminho que leva aos Portões da Sabedoria. E este som é toda palavra que vós precisais ouvir sobre a Verdade, pois quem ouve a Verdade e a pratica de forma sentida, terá sempre o caminho aberto para a sabedoria que todos procuramos, e no Silêncio da Mente e não na confusão e no caos, que tudo se inicia”.

Advertisements

2 thoughts on “Conto Budista: “Som do Silêncio”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s