App de Meditação torna Monge Budista num milionário.

andypuddicombe_770x433_acf_cropped

Andy Puddicombe passou dez anos da sua vida no Tibete e na Índia. Agora, a sua aplicação para meditar e aliviar o stress está avaliada em 30 milhões de euros.

Andy Puddicombe passou a sua vida a estudar a felicidade através da meditação, defendendo que meditar é “entender o momento presente e não deixar que os pensamentos nos distraiam”. A sua filosofia de vida fez dele milionário ao criar uma aplicação que ajuda as pessoas a meditar e aliviar o stress, conta o El Mundo.

Andy Puddicombe

Andy, 44 anos, vive há dez anos no Tibete e Índia. Antes de entrar na Universidade, sofreu um acidente onde dois dos seus melhores amigos morreram. “Nesse momento, milhares de perguntas assaltaram a minha cabeça”, contou. Antes do acidente, Andy já tinha algumas bases sobre a meditação, mas tornar-se monge foi uma hipótese colocada apenas depois do acidente. Foi uma mulher budista, com quem começou a sair, que o puxou para a religião.

Foi aos 22 anos que Andy abandonou os seus estudos e rumou à Ásia onde, durante dez anos, vagueou de mosteiro em mosteiro entre o Tibete e o norte da Índia. “Esta experiência mudou-me a vida e ensinou-me a ser mais amável, calmo e compassivo.”, afirmou, segundo conta o El Mundo.

Foi assim que nasceu a ideia de partilhar com todo o mundo a sua filosofia de vida e os seus truques de alívio de stress, que foi aprendendo ao longo dos anos, no seu retiro espiritual. O resultado final é a App Headspace, com um valor mensal de 12 euros, que ajuda as pessoas a meditar.

Desde o lançamento, a aplicação já foi descarregada em 150 países e conta com seis milhões de usuários. Está avaliada em 30 milhões de euros. Ainda assim, Andy afirmou que o seu objetivo nunca foi o de se tornar um homem rico.

Meditar não só permite que estejamos mais calmos e cómodos connosco mesmos, como também facilita a conexão com os que nos rodeiam. Quando aparece um pensamento negativo, nós envolvemos-nos tanto nele que ele volta sempre. Nós pensamos: ‘estou preocupado, estou preocupado…’ e começamos a sentir ansiedade de sentir ansiedade”, assegura Andy.

Mas Peddicombe quer ir mais longe e passar a sua mensagem também às crianças. Para este efeito, a sua empresa lançou o Headspace for Kids, que está direcionado a crianças dos cinco aos doze anos e tem como objetivo melhorar a sua concentração, amabilidade e calma.

Cada vez mais os mais novos são diagnosticados com stress ou depressão. Agora, mais do que nunca, há que promover a mensagem de que juntos somos mais fortes que separados. O Dalai Lama disse uma vez que se todas as crianças com menos de oito anos meditassem, não haveria guerras no futuro, e eu subscrevo.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s